Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, XXIII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR

Tamanho da fonte: 
A representação do ensinar e aprender na universidade: falas em contato
Dener Gabriel Ferrari

Última alteração: 2018-11-29

Resumo


Através do embasamento nos mecanismos de paráfrase e polissemia (ORLANDI, 1998), na  Análise de Discurso (ORLANDI, 2013) e na teoria do Discurso Pedagógico (ORLANDI, 2011), buscamos, através de análises de atos discursivos de docentes e discentes da UTFPR-PB, saber como se dão os mecanismos de paráfrase e polissemia do DP dentro da instituição. Os resultados apontam que os processos parafrásticos dentro do DP são frequentes em alunos e professores de cursos de bacharelado, enquanto nos cursos de licenciatura a polissemia é mais frequente nas falas de discentes e docentes.

Palavras-chave


Análise de Discurso. Discurso Pedagógico. Representação.