Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, XXIII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR

Tamanho da fonte: 
Análise Molecular para diagnóstico da Doença de Huntington: Comprovação do estudo através de sequenciamento automático
LUCIMARA ASCARI BARBOZA, Edina Fernanda Baranoschi, Nédia de Castilhos Ghisi

Última alteração: 2018-12-03

Resumo


Este estudo teve como objetivo corroborar diagnóstico molecular da Doença de Huntington (HD) com um padrão pré-estabelecendo através de uma paciente com clinicamente diagnosticada com HD, utilizando o sequenciamento automático através de capilar. A HD é causada por uma mutação autossômica dominante. Esta mutação localiza-se no cromossomo 4, e representa uma expansão no número de repetições dos nucleotídeos CAG, que codifica a proteína huntingtina causando a degeneração do sistema nervoso central. Cromossomos normais apresentam de 11 a 34 repetições, enquanto cromossomos HD possuem de 39 a 121 repetições de CAG. Amostras de saliva foram colhidas com cotonete estéril; posteriormente realizou-se PCR (Reação em Cadeia de Polimerase) com Protocolos diferentes, mas com primers específicos para a doença, e realizou-se a corrida de eletroforese para quantificação do tamanho do gene na paciente. As bandas foram comparadas com um padrão (ladder), onde pode ser confirmado que a paciente possuía a HD, pelo fato de possuir mais de 300 pb de repetições da sequência CAG responsável pela mutação. Quando analisado os DNA’s de 4 de seus familiares, três apresentaramm alelos considerados normais e um apresentou alelos da mutação com quantidade de repetiçãoes relativamente menores que da paciente clinicamente confirmada. Este último familiar  decidiu não mais participar do estudo, e mesmo assim foi encaminhado para entidade responsável em prestar orientações sobre o tratamento.Quanto aos outros, foram coledos 5 ml de sangue e enviados para sequenciamento, o resuldado corroborou a eficácia da metodologia previamente utilizada, comprovando que os dois não são portadores da doença.


Palavras-chave


Sequenciamento Automático. Mutação autossômica. Estudo genético. Genética Molecular.