Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, XXIII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR

Tamanho da fonte: 
A família Celastraceae para a flora da Argentina
André Moura Pedroso, Leonardo Biral dos Santos

Última alteração: 2018-11-29

Resumo


A  Argentina está localizada no  sul da região neotropical, reconhecida como a mais rica em número de  espécies do planeta. Compreende  diversos domínios fitogeográficos :  florestais (Mata Atlântica), xerófilos (chaco seco), pantanosos (chaco úmido), desérticos (Patagônia), montanos  (Andes),  e  subantárticos (Tierra  del  Fuego).  Aliada  a  diversidade  de  tipos vegetacionais,  o país possui grande área territorial e elevada variação de altitude e latitude, o que torna um dos mais ricos do mundo em biodiversidade. Como signatária da Convenção da Bi odiversidade (CBD), a Argentina concentra esforços para a elaboração de sua flora.  A família Celastraceae possui  elevado número  de  espécies distribuídas principalmente nas regiões tropicais. O táxon é constituído de árvores, arbustos, e trepadeiras lenhosa s, com flores  pequenas,  actinomorfas,  4 -5-meras,  com  a  presença  de  um  disco  nectarífero comumente  adpresso ao ovário, e diversos tipos de frutos   e arilos. Trata -se de uma família com  problemas taxonômicos relacionados  à  delimitação controversa  de  gêneros  e   está comumente  representada  por  reduzido  número  de  coletas em  herbários. A  Argentina compreende  17 espécies , em   sete gêneros, presentes  em todas as unidades da federação  e tipos de vegetação. O projeto proposto almeja  a   elaboração da monografia de Celastr aceae dentro do projeto “Flora da Argentina”, sob coordenação da Fundação The Andrew  Mellon e  INTA.  O  tratamento  taxonômico consta   para cada  uma  das  espécies  de:  tipificação, sinonímias,  descrição  morfológica,  distribuição  geográfica  e  hábitat,  e  chaves  deidentificação. Três novos registros de distribuição geográfica para as espécies dentro das províncias foram registrados, e um novo recorde  de espécie recentemente  detectado  para o país .

Palavras-chave


Celastroideae. Hippocrateaceae. Maytenus. Taxonomia.