Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, XXIII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR

Tamanho da fonte: 
Actinomicetos e bioativador no vigor de plântulas de Cucumis sativus L.
Ariadny Cristhina Sanches, LUANA CAROLINI TOZETTO, Samara Teles Ferraresi, Thaniê Gomes Alcamim, Thayllane de Campos Siega, Marcieli da Silva, Sergio Miguel Mazaro, Jean Carlo Possenti

Última alteração: 2019-01-02

Resumo


Atualmente relatos da ação do uso de agentes biológicos e agroativos como potencializadores da germinação de sementes, atores na antibiogenêse e suplementação nutritiva vêm sendo cada vez mais constantes e positivos. O objetivo do trabalho foi analisar o efeito de bioativador e de metabólito secundário de Streptomyces spp. sobre o desempenho fisiológico de plântulas de Cucumis sativus var. Wisconsin SMR 18. As sementes de pepino foram separadas em 4 tratamentos com 4 repetições em rolos de papel mata-borrão umedecidos com água destilada sendo 25 sementes em cada, os tratamentos foram: T1- testemunha (1mL de água destilada), T2- metabólito secundário de Streptomyces (2ml + 2,5 μL água destilada), T3- bioativador (4,4 mL), T4-metabólito secundário (2ml + 2,5 μL água destilada) + bioativador (4,4 ml). Todos os tratamentos foram armazenados em B.O.D à 20°C com ausência de fotoperíodo seguindo recomendações da R.A.S. Após o período estabelecido sucedeu-se a aferição das estruturas das plântulas que apresentavam-se normais, medindo parte aérea e raiz. Os resultados foram submetidos à análise estatística pelo programa GENES®. Observou-se que o uso conjunto da Streptomyces+bioativador mostrou-se mais eficaz na anailise de vigor em plântulas de pepino.


Palavras-chave


Microbiologia. Rizosfera. Nutrição. Streptomyces.