Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, XXIII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR

Tamanho da fonte: 
ANALISE DE METAIS NO MATERIAL PARTICULADO INALÁVEIS MP2,5 µm AMOSTRADOS NA ATMOSFERA DA ÁREA DE FISCALIZAÇÃO DA ADUANA- RECEITA FEDERAL BRASIL/PARAGUAI
NATHALIA KAREN SILVA, Nathalia Karen Silva, Sandro Luis Gauto Santa Cruz, Leila Droprinchinski Martins, Eder Lisandro de Moraes Flores, Oldair Donizeti Leite

Última alteração: 2018-10-18

Resumo


O material particulado atmosférico tem sua origem por poluentes e a exposição do mesmo resulta em diversos riscos à saúde, uma vez que está correlacionado com sua composição metálica. O presente trabalho tem por objetivo quantificar concentrações de material particulado fino MP2,5, assim como seus traços metálicos, na Aduana – Receita Federal de Foz Do Iguaçu. Dessa forma, durante sete dias foram realizadas coletas similares ao fluxo de respiração pelo equipamento MIE Pdr-1500. Para extração e determinação dos metais foram utilizados forno micro-onda e o equipamento ICP-OES. Em todos os monitoramentos a maior concentração do material particulado ocorreu durante 18h a 23h, apresentando níveis iguais ou superiores aos recomendados pela OMS. Os elementos metálicos presentes são preliminarmente decorrentes de atividade veicular intensa. Dessa forma pode-se concluir que as emissões predominantes são de origem veicular e suas concentrações demonstram atenção a área estudada visto a influência do MP2.5 na saúde das pessoas que trafegam e trabalham na área.



Palavras-chave


Exposição atmosférica, Poluição atmosférica, Qualidade do Ar, Aduana.